quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020


Conselho de Administração elege nova diretoria do IBRI

O Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) elegeu Bruno Brasil, como novo diretor-presidente para o biênio (2020-2021).

Bruno Brasil (Itaúsa), que substitui Guilherme Setubal (Duratex), foi indicado por Anastácio Fernandes Filho (AEGEA Saneamento), presidente do Conselho de Administração do IBRI, e contou com o apoio de todos os conselheiros do Instituto.

Bruno Brasil atua no IBRI desde 2010, tendo passado por comissões do Instituto e dedicado os últimos quatro anos no Conselho de Administração. O executivo indicou para os demais cargos da Diretoria Executiva: André Luiz Gonçalves (JSL Logística) como diretor vice-presidente e diretor regional São Paulo; Matheus Torga (Hermes Pardini) como diretor regional Minas Gerais; Carla Dodsworth Albano Miller (Petrobras), como diretora da regional Rio de Janeiro; Roberto Pezzi (Fras-le), como diretor regional Sul; André Vasconcellos (Eletrobras), como diretor técnico; e Marilia Barbosa Nogueira (EDP Energias do Brasil), como diretora de Comunicação e Eventos do IBRI.

A nova diretoria atende requisitos de diversidade, tema atual e recorrente em companhias e outras instituições sem, contudo, abrir mão de experiência, com a média de atuação dos membros da diretoria em RI entre 10 e 15 anos. A composição segue a seguinte distribuição, em número de membros:
- Homens (5) e Mulheres (2);
- Small (2 até R$ 5 bilhões), Mid (2 de R$ 5 bilhões até R$ 10 bilhões) e Large Caps (3 acima de R$ 10 bilhões);
- Públicas (2) e privadas (5), com pluralidade de setores;
- Novo Mercado (3) e demais níveis de listagem (4).

A Diretoria dará início ao Planejamento bianual, com contribuições externas e de associados, e submeterá a aprovação pelo Conselho de Administração nas próximas reuniões.

Conselho de Administração – Eleito para o biênio (2020-2021), o Conselho de Administração do IBRI é composto por: presidente Anastácio Ubaldino Fernandes Filho (AEGEA Saneamento); vice-presidentes: Diego Carneiro Barreto (iFood); e Guilherme Setubal Souza e Silva (Duratex); conselheiros: Eduardo Pavanelli Galvão (Grupo Ultra - Ultrapar); Fernando Foz de Macedo; Geraldo Soares Leite Filho (Itaú Unibanco Holding S.A.); Guilherme Luiz Nahuz (Hapvida); José Antonio de Almeida Filippo (Natura Cosméticos); José Sálvio Ferreira Moraes; Renata Oliva Battiferro (CSU – Cardsystem S.A.); Rodrigo dos Reis Maia (Gerdau); e Rodrigo Lopes da Luz.

Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)
www.ibri.com.br
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Rafael V. Pereira / Natália Martins
Fones (11) 5081-6064
+ 55 (11) 9 9123-5962
rodney@digitalassessoria.com.br



quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020


CODIM apresenta Pronunciamento sobre “Divulgação de Saída de Executivo Relevante da Companhia”

O CODIM (Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado) realizou evento para apresentar o Pronunciamento de Orientação Nº 26 sobre “Divulgação de Saída de Executivo Relevante da Companhia”, em 05 de fevereiro de 2020, na sede do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), em São Paulo (SP).

O Pronunciamento de Orientação CODIM Nº 26 busca alertar a Companhia sobre a necessidade de procedimentos formais para a “Divulgação de Saída de Executivo Relevante”.

“O objetivo é reduzir riscos de percepção negativa por públicos estratégicos, que possam afetar o valor da companhia e/ou seu ambiente interno, além de demonstrar a capacidade de substituir o profissional, preservando a continuidade dos negócios”, afirma Haroldo Levy Neto, relator do Pronunciamento e coordenador do CODIM pela APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais).

Executivo Relevante é um profissional da Companhia, cuja saída possa afetar o valor percebido da empresa e/ou seu ambiente interno em razão de sua relevância estratégica para os negócios, e por ser, também, “muito exposto no relacionamento com um ou mais públicos estratégicos”.

Haroldo Levy também comentou alguns Fatos Relevantes e Comunicados de cinco Companhias sobre o tema.

O Pronunciamento Nº 26 teve como relatores: Demétrio Souza, do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) e Haroldo Levy Neto, da APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais).

CODIM - O evento contou, também, com palestra de Helio Garcia, coordenador do CODIM pelo IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores). Garcia apresentou as atividades do CODIM, apontando que os Pronunciamentos de Orientação procuram disseminar melhores práticas de comunicação no mercado de capitais.

Anastácio Fernandes Filho, novo presidente do Conselho de Administração do IBRI, também, prestigiou o evento.

A Divulgação Pública do Pronunciamento Nº 26 contou, também, como convidados especiais: Henrique Luz, presidente do Conselho de Administração do IBGC, e Ricardo Martins, presidente da APIMEC Nacional.

Henrique Luz discorreu sobre o impacto de saída de executivos como um tema de debate para melhores práticas de Governança Corporativa, buscando sempre os princípios de equidade e transparência e enfatizou a necessidade da Companhia sempre se lembrar do seu público interno nas comunicações.

Ricardo Martins destacou a importância do trabalho do CODIM e especificamente do Pronunciamento Nº 26 para uma mais justa avaliação de investimentos e precificação dos títulos de uma Companhia.

Haroldo Levy Neto, coordenador do CODIM, agradeceu também a colaboração para o Pronunciamento de Orientação Nº 26 de Alcides Ferreira, sócio da Agência Fato Relevante; Angélica Consiglio, CEO da Planin - Relações Públicas e Comunicações; e Leila Loria, membro de conselhos de administração e vice-presidente do Conselho de Administração do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), que estiveram presentes e fizeram comentários sobre o Pronunciamento de Orientação, e Francisco Petros, sócio do Fernandes, Figueiredo, Françoso e Petros Advogados.

Segue o link para o Pronunciamento:

Segue o link para a Apresentação:

Segue link para Cases:

Sobre o CODIM: a coordenação do CODIM é dividida entre a APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais) e o IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), além de contar com a participação das seguintes entidades: ABRAPP (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar); AMEC (Associação de Investidores no Mercado de Capitais); ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), ANCORD (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias); ANEFAC (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade); B3 (Brasil, Bolsa, Balcão); CFC (Conselho Federal de Contabilidade), IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) e IBRACON (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil), tendo ainda como membro observador a CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Assessoria de Imprensa e Comunicação do CODIM
(Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado)
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Rafael V.Pereira  / Natália Martins
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Fones (11) 5081-6064
+ 55 (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393