segunda-feira, 1 de junho de 2020


IBRI apoia webinar internacional sobre melhores práticas ambientais, sociais e de governança

O IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) apoiou a realização da videoconferência internacional "SASB and ESG Disclosure - Why is BlackRock actively recommending to use it?", promovida pela AERI (Asociación Española para las Relaciones con Inversores), realizado, hoje, 01 de junho de 2020.

O evento contou com a participação de: Michelle Edkins, Head of Investment Stewardship da BlackRock, a maior empresa em gestão de ativos no mundo; Neil Stewart, Director of Corporate Outreach do SASB (Sustainability Accounting Standards Board ou, em português, Conselho de Padrões Contábeis de Sustentabilidade); Tomás Conde, ESG Advisor (Conselheiro de ESG – Environmental, Social and Governance ou, em português, Ambiental, Social e Governança) da AERI; e Manuel Enrich, Chairman da AERI.

Antes focado no mercado dos Estados Unidos, o SASB tem se tornado um dos mais conhecidos divulgadores internacionais das melhores práticas ambientais, sociais e de governança.

Nesse sentido, o evento abordou como lidar com as informações ESG e os relatórios financeiros no âmbito internacional, além de debater: o motivo que investidores têm pedido para empresas usarem os padrões SASB; os procedimentos que Relações com Investidores devem adotar para conectar negócios e investidores no impacto financeiro de sustentabilidade; destacar iniciativas da GRI (Global Reporting Initiative) e da TCFD (Task Force on Climate-related Financial Disclosures, ou, em português, Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima).

Contato AERI para Imprensa:
Javier Rodríguez Vega, Managing Director na AERI (Asociación Española para las Relaciones con Inversores)

Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)
www.ibri.com.br
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Rafael V.Pereira / Natália Martins
Fones (11) 5081-6064 / (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393
rodney@digitalassessoria.com.br

quinta-feira, 28 de maio de 2020



IBRI realiza webinar sobre “Nova Política de Tarifas da B3”

O IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) realizou, no dia 28 de maio de 2020, às 14 horas, webinar "Nova Política de Tarifas da B3”.

O evento contou com a participação de Rogério Santana, Diretor de Relacionamento com Empresas da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), e Tarcísio Morelli, Diretor de Inteligência de Mercado e Tarifação da B3. Bruno Salem Brasil, Diretor-Presidente do IBRI, foi o moderador da videoconferência.

No dia 2 de janeiro de 2020, a B3 anunciou Novas Políticas de Tarifação para o mercado de ações, que buscam estimular aumento dos volumes negociados por meio de descontos para clientes.

O novo modelo de precificação reduz e uniformiza, também, certas cobranças aplicadas sobre investidores, institui cobrança sobre processamento de proventos, isenta cobranças da depositária para grande parte dos pequenos investidores, dentre outras medidas. A implementação efetiva do modelo está prevista para os próximos meses.

As mudanças para o mercado acontecem em um contexto em que a B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) reforça o compromisso de compartilhar com clientes os benefícios do ganho de escala e alavancagem operacional, por meio do uso eficiente de mecanismos de preços, que estimulem o aumento dos volumes negociados e a expansão da base de clientes pessoas físicas.

Segue comunicado externo da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) a respeito do assunto:


Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)
www.ibri.com.br
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Rafael V.Pereira / Natália Martins
Fones (11) 5081-6064 / (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393
rodney@digitalassessoria.com.br

terça-feira, 26 de maio de 2020


CODIM divulga Relatório Anual
  
O CODIM (Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado) divulga o Relatório Anual com as atividades desenvolvidas em 2019.
  
O Comitê foi criado em abril de 2005 com o objetivo de orientar as companhias abertas brasileiras no caminho das melhores práticas de divulgação de informações e contribuir para o desenvolvimento do mercado de capitais.
  
O CODIM é coordenado pela APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais), com Haroldo Reginaldo Levy Neto como coordenador e Lucy Sousa como subcoordenadora, e pelo IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), com Helmut Bossert como coordenador até outubro de 2019, quando passou o cargo ao Helio Garcia, que atuava como subcoordenador até então.

Ao longo de 15 anos de história, o CODIM divulgou 26 Pronunciamentos de Orientação (POs), que podem ser observados no link: http://www.codim.org.br/pronunciamentos-de-orientacao/elaborados.

Veja a íntegra do Relatório Anual do CODIM:

Sobre o CODIM: a coordenação do CODIM é dividida entre a APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais) e o IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), além de contar com a participação das seguintes entidades: ABRAPP (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar); AMEC (Associação de Investidores no Mercado de Capitais); ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), ANCORD (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias); ANEFAC (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade); B3 (Brasil, Bolsa, Balcão); CFC (Conselho Federal de Contabilidade), IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) e IBRACON (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil), tendo ainda como membro observador a CVM (Comissão de Valores Mobiliários).


Assessoria de Comunicação do CODIM (Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado)
Rodney Vergili / Rafael V.Pereira / Natália Martins
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Fones (11) 5081-6064 / (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393
rodney@digitalassessoria.com.br


segunda-feira, 18 de maio de 2020




APIMEC comemora 50 anos dedicados ao mercado de capitais
  
Há exatos 50 anos, mais especificamente em 18 de maio de 1970, era fundada, no Rio de Janeiro, a ABAMEC (Associação Brasileira dos Analistas do Mercado de Capitais), hoje APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais). Em 18 de maio, foi proclamado, também, o Dia Nacional dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais.
  
Idealizada da necessidade de integrar, estimular, interagir e apoiar qualquer tipo de ação em prol do crescimento e amadurecimento do mercado financeiro e de capitais brasileiro, sua liderança logo assistiu a fundação de coirmãs a nível nacional em um processo de desenvolvimento e fomento para o crescimento da economia e forte expansão do mercado financeiro e de capitais.
  
Assim foram fundadas posteriormente a APIMEC MG (27 de julho de 1971), a APIMEC SP (10 de outubro de 1971), a APIMEC Sul (05 de abril de 1979), a APIMEC DF (23 de abril de 1981) e a APIMEC NE (23 de novembro de 1983), cobrindo todo o território nacional, promovendo a capacitação do profissional com cursos especializados, reuniões setoriais e com empresas, congressos e conferências relacionados a esses mercados, atuando ainda fortemente na educação financeira dos diversos públicos interessados. Com a evolução do mercado achou-se necessária a fundação em 1988 da APIMEC Nacional que, além de congregar todas as demais APIMEC’s, fazia a representação política institucional frente ao governo e entidades representativas congêneres do mercado e o intercâmbio internacional com outras associações de profissionais em tempos de economia globalizada.
  
As Reuniões APIMEC sempre foram referências de informação, presença certa de analistas que emitem pareceres da empresa (Cobertura) e de excelente networking. As empresas fazem reuniões com a APIMEC por reconhecerem o know-how, o foro prestigiado, a qualificação dos participantes e sua independência, além de obterem o Selo Assiduidade. Com isso, e por diversos serviços ao mercado, muitos se tornam associados e frequentadores assíduos. A APIMEC é a casa não só do Analista, mas de todos os profissionais do mercado de capitais como do Gestor, do Agente Autônomo, do Conselheiro, do Relações com Investidores, do Advogado, assim como outros, e orgulha-se de ter sido a grande propulsora para novas associações e institutos.
  
Sempre privilegiando e exaltando a qualidade da informação outra marca registrada é o Prêmio APIMEC, instituído em 1973, diferenciando as contribuições e aperfeiçoamentos de um relacionamento cada vez mais próximo e de interesse dos diversos públicos agregados. A APIMEC premia o mercado com a transparência tempestiva e com as boas práticas: Profissionais de Investimentos, Companhia Aberta, Profissional de Relações com o Investidor, Veículo de Comunicação e Especial. No âmbito regional, o Prêmio APIMEC é concedido nas categorias Especial, Qualidade - Melhor Reunião e Profissional de Comunicação.
  
Nesses 50 anos, foram realizados 24 Congressos pelas regionais da APIMEC, com debate de temas e propostas de vanguarda para o desenvolvimento e a competitividade para um mercado de capitais de âmbito internacional. A coordenação do Plano Diretor para o Mercado de Capitais foi um marco para a APIMEC e envolveu grandes personalidades do mercado financeiro brasileiro, assim como o Programa de Certificação do Analista associado a ACIIA (Association of Certified International Investment Analysts), entidade que a APIMEC Nacional é membro fundadora, além de convênio com a B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) para apresentar empresas do Novo Mercado, entre outros.
  
O Analista de Valores Mobiliários ou Profissional de Investimento é multidisciplinar. Exerce uma atividade que convive diariamente com riscos e isso requer capacitação, expertise e atualização constante. O universo é seu limite, em que todas as variáveis, inclusive social, meio ambiente e de governança, são consideradas como premissas em seus estudos e análises de investimento, principalmente em se tratando de renda variável. Acompanham diariamente as informações financeiras internacionais, analisando o mercado e empresas de capital aberto, interpretando efeitos e resultados, transformando-se nos diversos tipos de relatórios de orientação e recomendação para os investidores, agregando segurança dentro das expectativas de rentabilidade, prazo e risco conforme o perfil do investidor.

Além disso, a responsabilidade de rentabilizar o patrimônio de pessoas físicas e jurídicas é muito grande, pois se trata de recursos aplicados com diversos fins, como, por exemplo, uma aposentadoria tranquila. Para isso, o mercado financeiro conta com esses profissionais de investimento, certificados, altamente capacitados, que conhecem produtos e serviços financeiros e podem oferecer as opções de investimento, que melhor se adaptam às necessidades de cada investidor.
  
Diante dessa missão profissional de muitos princípios, dentre os quais probidade, boa fé e ética profissional, em outubro de 2010, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), editou a Instrução CVM 483, hoje ICVM 598/2018, que autorizou a APIMEC Nacional a credenciar e autorregular a atividade do Analista de Valores Mobiliários Pessoa Física e Jurídica, uma autorregulação infralegal, cuja legitimidade de atuação é conferida pelo respectivo regulador à entidade, que tenha competência e histórico de atuação. A APIMEC reúne todos os componentes organizacionais da área de autorregulação: a SSA (Superintendência de Supervisão do Analista) e o CSA (Conselho de Supervisão do Analista), que se subdivide em Turmas do CSA.
  
Ou seja, os profissionais de investimento que quiserem exercer a atividade precisam prestar exames para comprovarem conhecimento e suficiência, obtendo assim o CNPI (Certificado Nacional do Profissional de Investimento), para o exercício da atividade e se credenciarem para atuação profissional. A cada cinco anos, o profissional deve fazer novas provas ou realizar o PEC (Programa de Educação Continuada).
  
Em abril de 2020, a APIMEC Nacional tinha sob sua supervisão – conforme determina a ICVM 598 – 1.737 Analistas e Profissionais de Investimento certificados, dos quais 646 credenciados em todo Brasil. Além de certificar os Analistas e Profissionais de Investimento, a APIMEC Nacional certifica, também, os profissionais que atuam nas entidades de previdência dos Estados e dos Municípios, em parceria com a ABIPEM (Associação Brasileira de Instituições de Previdência de Estados e Municípios), que requer a CGRPPS (Certificação de Gestores de Regime Próprio de Previdência Social), que em abril eram 3.198 profissionais certificados. Começamos em 2019 a certificação CGRPF, dedicada aos profissionais dos Fundos de Pensão.

A APIMEC participou, também, de iniciativas importantes como a difusão do tema ASG, fatores ambientais, social e de governança corporativa. Desde o ano 2000, é network supporter do UNPRI (Principles for Responsible Investment) e promoveu um ciclo de Conferências ASG-Latam em parceria com a EFFAS (The European Federation of Financial Analyst Societies), que permitiu acumular conhecimento para inserção do tema na certificação CNPI desde 2018.
  
Nesse sentido, mais uma vez de forma pioneira em tema tão sensível, cada vez mais atual e imprescindível na avaliação dos negócios, os desafios de integração dos fatores ASG na análise de investimentos para tomada de decisão foram tratados em capítulo do livro TOP Análise de Investimentos, lançado em julho de 2017 pela APIMEC e CVM, como parte de uma série criada no âmbito do Programa TOP (Treinamento de Professores) da CVM. O Programa é conduzido pelo Comitê Consultivo de Educação da CVM, do qual a APIMEC é membro em conjunto com as principais instituições do mercado. O livro mostra, também, a evolução da análise de investimentos, as metodologias mais usadas atualmente e os desafios que o século XXI traz em relação às mudanças conceituais cada vez mais exigidas pelos investidores.
  

Ricardo Tadeu Martins, presidente da APIMEC Nacional, e Eduardo Werneck, vice-presidente da APIMEC Nacional, afirmam que como precursora de inúmeros temas e debates nesses 50 anos, a APIMEC prepara-se para ambiciosa missão para os próximos 50 anos. De seus quadros continuarão sendo demandados colaboradores para as mais diversas comissões e comitês de entidades do mercado de capitais: Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC; Conselho do Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE - B3; Conselho Consultivo de Educação da CVM; Conselho Honorário do Carbon Disclosure Project - CDP Latin América; Laboratório de Inovação Financeira - Lab (ABDE - BID - CVM); Câmara Consultiva de Mercado de Governança de Estatais - CCMGE - B3; Iniciativa Brasileira de Finanças Verdes; Grupo de Trabalho para análise das novas normas do IASB; Conselho do Código de Autorregulação da ABRASCA; Comissão Julgadora do Prêmio Anual ABRASCA Melhor Relatório Anual; Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado – CODIM; Conselho de Regulação e Melhores Práticas para Distribuição de Produtos de Investimento – ANBIMA; Conselho de Regulação e Melhores Práticas do Programa de Certificação Continuada – ANBIMA; Conselho de Regulação e Melhores Práticas para Atividade de Gestor de Patrimônio Financeiro – ANBIMA; e Conselho de Regulação e Melhores Práticas de Fundos de Investimento - ANBIMA
   
Assessoria de Imprensa
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Rafael V. Pereira /  Natália Martins
Fones (11) 5081-6064
+ 55 (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393
rodney@digitalassessoria.com.br


segunda-feira, 11 de maio de 2020


Grupo de Relações com Investidores de Estatais do IBRI realiza debate com a SEST

O Ministério da Economia divulgou comunicado após debate com representantes do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), indicando que haverá a publicação de um novo estatuto padrão para as empresas estatais federais até o final do mês. O novo texto buscará alinhar a governança das estatais às diretrizes propostas pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

O IBRI promoveu, no dia 08 de maio de 2020, o webinar sobre “Desafios e Compromissos da SEST para Estatais em 2020”. O evento foi moderado por André Vasconcellos, Diretor Técnico e coordenador do Grupo “RI de Estatais” no IBRI, e por Luis Felipe Vidal Arellano, secretário-adjunto de Fazenda do Município de São Paulo e presidente do Comitê de Governança das Entidades da Administração Indireta na Prefeitura de São Paulo.

Na ocasião, participaram como palestrantes: Amaro Luiz de Oliveira Gomes, secretário da SEST (Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais) da Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia; e Ricardo Moura de Araujo Faria, secretário-adjunto da SEST e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.

Durante o evento, Amaro Gomes frisou a importância da SEST em promover a articulação e integração das políticas das empresas estatais e propor diretrizes e parâmetros de atuação sobre políticas de pessoal, governança e orçamento.

Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)
www.ibri.com.br
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Rafael V.Pereira / Natália Martins
Fones (11) 5081-6064
+ 55 (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393
Skype: rodneyvergili
rodney@digitalassessoria.com.br


quinta-feira, 7 de maio de 2020


IBRI realiza webinar sobre "Desafios e Compromissos da SEST para Estatais em 2020”


O IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) realiza em 08 de maio de 2020, a partir das 16:30, webinar sobre "Desafios e Compromissos da SEST para Estatais em 2020”.

O evento contará com palestra de Amaro Luiz de Oliveira Gomes, secretário da SEST (Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais) da Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia. O webinar terá, também, palestra de Ricardo Moura de Araujo Faria, secretário-adjunto de Coordenação e Governança das Empresas Estatais, da Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia.

Haverá apresentação para os profissionais de Relações com Investidores de estatais e para a sociedade em geral. Serão abordados os seguintes temas: diretrizes paras as AGOs (Assembleias Gerais Ordinárias) nas Estatais; Programa Nacional de Desestatização; Avaliação Periódica das Estatais Federais; entre outros assuntos.

O evento será moderado por Luis Felipe Vidal Arellano, secretário-adjunto de Fazenda do Município de São Paulo e presidente do Comitê de Governança das Entidades da Administração Indireta na Prefeitura de São Paulo, e por André Vasconcellos, Diretor Técnico e coordenador do Grupo "RI de Estatais" no IBRI.

Segue o link para participar do Webinar:

Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)
www.ibri.com.br
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Rafael V.Pereira / Natália Martins
Fones (11) 5081-6064 / (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393





quinta-feira, 30 de abril de 2020

IBRI realiza webinar sobre “Assembleias Digitais e Híbridas”

O IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) realizou na quinta-feira, 30 de abril de 2020, às 15 horas, webinar sobre "Assembleias Digitais e Híbridas: Casos Nacionais e Estrangeiros”.

O evento contou com a participação de Francesca Odell, sócia do escritório Cleary Gottlieb Steen & Hamilton LLP em Nova York; Carlos Augusto Junqueira, sócio das áreas de Societário e Governança Corporativa e Mercado de Capitais do Cescon, Barrieu, Flesch & Barreto Advogados; Fernanda Montorfano, sócia da área de Societário e Governança Corporativa do Cescon, Barrieu, Flesch & Barreto Advogados; e Sandra Calcado, coordenadora do Grupo “IBRI Mulheres” e gerente de Relações com Investidores da Log-In Logística Intermodal. O evento foi mediado por Carlos Nogueira, diretor comercial da DFIN.

O evento abordou casos concretos e recentes em relação às Assembleias de Acionistas.

Segue link:

Segue apresentação de Carlos Augusto Junqueira:
http://www.ibri.com.br/Upload/Arquivos/novidades/4156_Apresentacao_Carlos_Augsuto_Junqueira.pdf


Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)
www.ibri.com.br
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Rafael V.Pereira / Natália Martins
Fones (11) 5081-6064 / (11) 9 9123-5962
WhatsApp: (11) 9 7024-8393
rodney@digitalassessoria.com.br