quarta-feira, 27 de julho de 2016

DIMEP é destaque no Market Guide da Gartner

Com a plataforma Kairos, a DIMEP está entre as 18 principais empresas do mundo, de acordo com a consultoria Gartner, em sistemas de gerenciamento de força de trabalho na nuvem, a mais nova tendência no mercado de TI (Tecnologia da Informação).
A DIMEP, líder em controle de acesso, segurança e ponto, é a única empresa brasileira listada pela consultoria Gartner a entrar no Market Guide das principais aplicações de Workforce Management - gerenciamento de força de trabalho - em nível global.
Os guias de mercado da Gartner têm como objetivo ajudar empresas a serem mais assertivas nas escolhas de fornecedores. Os relatórios levam em consideração quesitos como os principais resultados e funcionamento das soluções, análises de mercado e a importância dos fornecedores.
Foram incluídas 18 empresas na lista exclusiva dos melhores, e a DIMEP figura - entre elas - com a plataforma Kairos. O software foi lançado há um ano e meio e já é utilizado por mais de 300 mil funcionários, de 7 mil empresas privadas e cerca de 20 órgãos governamentais,  realizando a gestão de colaboradores pela plataforma Kairos.
“É uma honra sermos reconhecidos pela Gartner que é uma das maiores empresas de pesquisa do mundo na área de tecnologia, no ano em que a nossa empresa completa 80 anos. Aperfeiçoamento e evolução constantes são pilares muito importantes para a DIMEP. Estamos sempre atentos às tendências, objetivando um produto cada vez mais atual e eficiente”, ressaltou o CEO (Chief Executive Officer) da DIMEP, Dimas de Melo Pimenta III.
“Ser convidado a participar pela Gartner já é importante, pois seus consultores analisam centenas de empresas previamente. Mas ser destacada no Market Guide e aparecer entre as 18 empresas globais é importantíssimo, uma vez que o mundo inteiro consulta a Gartner  quando precisa tomar uma decisão na escolha de fornecedores de TI”, afirma o COO (Chief Operating Officer) da DIMEP, Klauber de Oliveira Santos.
O conceito de gestão de força de trabalho na nuvem, como software de serviço, ainda é novo no mundo, mas é uma forte tendência para os próximos anos. Segundo a Gartner, 56% dos 1.500 executivos ouvidos em pesquisa recente têm a intenção de, a partir de 2016, iniciar um projeto de sistemas de RH (Recursos Humanos) em “cloud” (nuvem).
“O Kairos é um sistema de fácil operação, sendo um modelo de software com o serviço que permite as empresas contratarem planos de acordo com as suas necessidades, sem que precisem investir em custos elevados com licenças, infraestrutura e equipes de TI”, observa o CCO (Chief Commercial Officer) da DIMEP, Rafael Andriolli. “Basta ao gestor um treinamento básico e seguir os tutoriais oferecidos pela DIMEP. As atualizações de recursos também são feitas na plataforma e sem custos para o cliente”, completa.
O sistema de gerenciamento destacado pela Gartner vai muito além de um ponto eletrônico, ele apoia o gestor no planejamento de escalas dos funcionários, faz a medição e aferição da eficiência, agrega maior visão de BI (Business Intelligence) e Analytics, permitindo um melhor gerenciamento da equipe.
SOBRE A DIMEP
Fundada há 80 anos, a DIMEP Sistemas desenvolve soluções tecnológicas altamente sofisticadas para o controle de acesso, ponto, estacionamento e automação comercial totalmente certificadas pela ISO 9001. Com exclusiva assistência técnica em mais de 70 pontos no Brasil, a DIMEP exporta para diversos países da América, Europa e África, além de manter unidades de negócios em Portugal e México.




terça-feira, 26 de julho de 2016

Secretaria da Fazenda irá descontinuar emissores gratuitos da Nota Fiscal Eletrônica e Conhecimento de Transporte Eletrônico em 2017

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo informa que a partir de janeiro de 2017 os aplicativos gratuitos para emissão da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) e do CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico) serão descontinuados.
Contexto - O Fisco Paulista verificou que a maioria dos contribuintes deixou de utilizar o emissor gratuito e optou por soluções próprias, incorporadas ou personalizadas a seus sistemas internos, com a gradual adesão das empresas aos sistemas de documentos eletrônicos.
Os emissores gratuitos são oferecidos pela Secretaria da Fazenda aos contribuintes desde 2006, quando teve início o processo de informatização dos documentos fiscais e sua transmissão via internet com o objetivo de massificação do seu uso. Apesar dos investimentos realizados, recente levantamento da Secretaria da Fazenda aponta que o total de NF-e's geradas por empresas que optaram por emissores próprios somam 92,2%. No caso do CT-e, o número é ainda maior: 96,3% dos documentos são gerados por emissores próprios.
Descontinuidade - A Secretaria da Fazenda recomenda que os usuários que já tenham o aplicativo instalado, façam a migração para soluções próprias antes que a introdução de novas regras de validação da NF-e e do CT-e impeçam o seu correto funcionamento.
Os contribuintes que tentarem realizar o download dos emissores de NF-e e CT-e receberão a informação sobre a descontinuidade do uso dos aplicativos gratuitos. A partir de 1º de janeiro de 2017 não será mais possível fazer o download dos emissores, segundo comunicado da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.
 A ABC71, empresa desenvolvedora de sistemas de gestão empresarial ERP (Enterprise Resource Planning), está preparada para ajudar empresas de todos os portes a continuarem a cumprir suas obrigações fiscais, afirma Julio Bertolini, diretor comercial da ABC71 Sistemas de Gestão.



segunda-feira, 25 de julho de 2016

Instituto Assaf: aumenta a inadimplência, sobe o juro e diminui o volume de empréstimos


Levantamento do Instituto Assaf com base em dados do Banco Central mostra que neste ano houve aumento nos atrasos de pagamento (inadimplência) nas operações de crédito, elevação nos juros e contração no volume total dos empréstimos.

Taxas de Juros nos empréstimos - As taxas de juros nas operações de crédito para pessoas jurídicas (empresas) evoluíram da média de 18,8% ano em maio de 2015, para 22,7% ao ano em janeiro de 2016 e recuaram para 22,0% ao ano em abril de 2016, de acordo com levantamento do Instituto Assaf.

As taxas médias nas operações de crédito para pessoas físicas passaram de 34,8% ao ano em maio de 2015, para 39,2% ao ano em janeiro de 2016 e subiram para 41,3% ao ano em abril de 2016.

As taxas médias nas operações de crédito totais evoluíram de 27,1% em maio de 2015 para 31,4% ao ano em janeiro de 2016 e 32,4% ao ano em abril de 2016.


Crédito

O saldo das operações de crédito no Brasil diminuiu de R$ 3,197 trilhões em janeiro de 2016 para R$ 3,142 trilhões em abril de 2016, recuando 1,7% no período.

A redução ocorreu principalmente no saldo de empréstimos para empresas (pessoas jurídicas).  O saldo para pessoas jurídicas caiu de R$ 1,683 trilhão em janeiro de 2016 para R$ 1,623 trilhão em abril de 2016, registrando diminuição de 3,6% no período. Para a pessoa física, o saldo das operações de crédito aumentou apenas 0,3%, passando de R$ 1, 515 trilhão em janeiro de 2016 para R$ 1, 519 trilhão em abril de 2016.


Segundo o Instituto Assaf, os seguintes fatores contribuíram para a retração no crédito para as empresas: diminuição do nível de atividade econômica, alta das taxas de juros e queda na confiança de empresários e consumidores.



Saldo nas operações de crédito - O saldo das operações de crédito para empresas (pessoas jurídicas) passou de R$ 1,627 trilhão em maio de 2015, para R$ 1,683 trilhão em janeiro de 2016 e R$ 1,623 trilhão em abril de 2016, segundo dados do Banco Central.

O saldo das operações de crédito para pessoas físicas aumentou de R$ 1,455 trilhão em maio de 2015, para R$ 1, 515 trilhão em janeiro de 2016 e R$ 1,519 trilhão em abril de 2016.

O saldo total das operações de crédito evoluiu de R$ 3,082 trilhões em maio de 2015, para R$ 3,197 trilhões em janeiro de 2016 e declinou para R$ 3,142 trilhões em abril de 2016, de acordo dados do Banco Central.



Inadimplência - A taxa de inadimplência média (atraso de pagamento superior a 90 dias) nas operações de crédito passou de 3,0% em maio de 2015 para 3,5% em janeiro de 2016 e 3,7% em abril de 2016.


A taxa de inadimplência (atraso de pagamento superior a 90 dias) das operações de crédito para empresas passou de 2,3% em maio de 2015 para 2,7% em janeiro de 2016 e 3,1% em abril de 2016.

A taxa de inadimplência nas operações de crédito para pessoas físicas passou de 3,8% em maio de 2015 para 4,3% em janeiro de 2016, estabilizando-se em 4,3% em abril de 2016.



Assessoria de Imprensa do Instituto Assaf
Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili 
Fone (11) 5081-6064 


rodney@digitalassessoria.com.br

sábado, 23 de julho de 2016


Em constante evolução, DIMEP comemora os seus 80 anos


A DIMEP – Dimas de Melo Pimenta Sistemas de Ponto e Acesso – é pioneira e líder no mercado de produtos para controle de acesso e registro de ponto. Em 2016, a companhia comemora 80 anos, consolidando a sua atuação nacional e em processo de expansão para países da América Latina, Europa, África e Estados Unidos.

A DIMEP tem se mantido em constante progresso, sempre atenta às necessidades de seus clientes e a demandas do mercado. “Com foco inicialmente voltado à fabricação de relógios de ponto, uma das maiores conquistas da DIMEP, ao longo de sua trajetória, foi realizar a transição de hardware mecânico para os produtos informatizados, o que representou grande avanço tecnológico. Outro momento histórico foi a implementação do sistema biométrico nos relógios de ponto, e, agora, a disponibilização do reconhecimento biométrico por íris”, declara Dimas de Melo Pimenta II, presidente da companhia.

O executivo ressalta, ainda, como avanços significativos: a expansão da empresa, na década de 1950; e na seguinte, o desenvolvimento do relógio de ponto a quartzo; a entrada no segmento de Acesso, na década de 1990, ampliou significativamente a oferta e portfólio de produtos de segurança; seguido pelo lançamento do sistema de Parking (para estacionamentos), que trouxe o desafio de unir controle de acesso de veículos a um sistema focado no gerenciamento financeiro, agregando mais qualidade e eficiência ao dia a dia dos clientes; e a entrada da companhia no mercado de softwares, a partir de 2001, com uma área de desenvolvimento atualmente composta por uma equipe de 30 profissionais, dedicados a buscar evolução constante de programas e sistemas de processamento de dados.

Para explicar a longevidade da DIMEP, o presidente destaca que a empresa se baseia em três pilares: qualidade, respeito e lealdade. “Uma empresa sustentada por esses três princípios, não tem como não dar certo”, garante.


Além dos relógios de ponto informatizados, carro-chefe da companhia, representando cerca de 50% de seu faturamento, a DIMEP também atua nas áreas de Controle de Acesso e Parking/Estacionamento (35%), e no desenvolvimento de software (15%) que está em grande expansão neste momento. “A expectativa é que o desenvolvimento de software impulsione o crescimento da companhia”, diz o executivo. “Os próximos anos exigirão ainda mais tecnologia, qualidade e agilidade na resolução de demandas”, declara.

Dimas de Melo Pimenta II afirma que a DIMEP prevê um cenário econômico desafiador, por conta da queda no Produto Interno Bruto brasileiro e a dolarização de quase 80% dos componentes eletrônicos empregados na fabricação dos seus produtos, mas sempre com a certeza de novas oportunidades acredita na continuidade do sucesso e no crescimento da companhia.

O planejamento estratégico da companhia prevê ainda mais investimentos em pesquisas, suporte e assistência técnica, como forma de reforçar o relacionamento com o mercado e disponibilizar produtos e serviços cada vez mais adequados às necessidades dos clientes.

SOBRE A DIMEP

Fundada há 80 anos, a DIMEP Sistemas desenvolve soluções tecnológicas altamente sofisticadas – para o controle de acesso, ponto, estacionamento e automação comercial – totalmente certificadas pela ISO 9001. Com exclusiva assistência técnica em mais de 70 pontos no Brasil, a DIMEP exporta para diversos países da América, Europa e África, além de manter unidades de negócios em Portugal e México.



segunda-feira, 4 de julho de 2016

Rodrigo Luz, presidente do IBRI, participa da entrega do 10º Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor

Rodrigo Luz, presidente da Diretoria Executiva do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores); Luiz Cardoso, superintendente do IBRI e Rodney Vergili, Assessor de Comunicação do IBRI, participaram da cerimônia de entrega do 10º Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor, em 01 de julho de 2016, na sede da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), em São Paulo (SP).

Leonardo Pereira, presidente da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), enfatizou o apoio das principais entidades do mercado de capitais a iniciativas de educação financeira. 

Rodrigo Luz, presidente do IBRI, destacou que a educação financeira colabora para criar capital humano consistente que ajuda os cidadãos a passarem pelos períodos de turbulência econômica e viabilizar um futuro melhor. Rodrigo Luz disse que a premiação a partir deste ano da categoria local/regional do Prêmio Imprensa está em linha com a estratégia do IBRI de expandir a atuação em todas as regionais da entidade. O IBRI tem como missão a formação e o desenvolvimento profissional de Relações com Investidores. Ao mesmo tempo, o Instituto contribui de forma efetiva para a disseminação da educação financeira por meio do Prêmio TOP (Treinamento de Professores) da CVM, Prêmio Imprensa, livros, elearning, área específica no site (
www.ibri.com.br) para professores universitários, além de participar com palestras em universidades e entidades parceiras em todo o Brasil.

Robert Van Dijk, presidente da ANBIMA, abriu as portas da entidade para a iniciativa e declarou que o Prêmio é o reconhecimento ao papel desempenhado pela Imprensa na educação financeira, que é pilar do desenvolvimento econômico.

Inscrições abertas – Leonardo Pereira, presidente da CVM, anunciou que já estão abertas as inscrições para o 11º Prêmio Imprensa. Podem concorrer matérias publicadas ao longo de 2016. 

A iniciativa contemplará os autores dos trabalhos com R$ 3.500,00, além de certificado e placa alusiva (os classificados em primeiro lugar). Em caso de coautoria, o valor será dividido entre o número de autores.

Inscrições - Os interessados devem ser inscrever até às 20 horas de 27/04/2017 no site do Comitê Consultivo de Educação da CVM, onde também está disponível o regulamento e mais informações sobre o prêmio.
Os trabalhos devem ser redigidos em português, publicados ou veiculados no Brasil ao longo de 2016 (até 31/12) e de autoria de um profissional, admitida a coautoria, desde que limitada a três pessoas (autor e até dois coautores).

Os participantes poderão concorrer em mais de uma categoria, com até três matérias em cada:

• Jornal – Cobertura Nacional: publicações em jornais de cobertura ou distribuição nacional.
• Jornal – Cobertura Local/Regional: publicações em jornais de circulação local ou regional, que não tenham cobertura ou distribuição em todo território nacional.
• Revista: publicações em revistas, de tiragem nacional, regional ou local.
• Mídia Digital: publicações veiculadas por meios eletrônicos em portais de empresas jornalísticas com domínio brasileiro.

A mesma reportagem não poderá ser inscrita em mais de uma categoria. Também não são elegíveis os textos divulgados em blogs, artigos, colunas, guias, ensaios ou coberturas sequenciadas de eventos.

Vencedores da 10ª edição recebem prêmio e celebram conquista

O presidente da CVM, Leonardo Pereira, fez a seguinte declaração durante a entrega do 10º Prêmio Imprensa: "A mídia jornalística também é uma forte aliada na promoção da educação do investidor, auxiliando na maior conscientização e entendimento, por parte desses cidadãos, acerca dos produtos, riscos e aspectos do mercado de valores mobiliários. Por isso, a CVM e os demais membros do Comitê Consultivo de Educação têm a alegria de entregar o prêmio pessoalmente a cada um dos vencedores".

Cada premiado pelo Comitê Consultivo de Educação da CVM do 10º Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor recebeu na solenidade do dia 01 de julho de 2016: certificado, placa alusiva e prêmios individuais no valor de R$ 3.500,00.

Conheça os vencedores em cada categoria:

• Jornal (Cobertura Nacional): Beatriz Cutait
Matéria: "Tesouro mais direto", publicada em 27/05/2015 no Jornal Valor Econômico.
• Jornal (Cobertura Local/Regional): Mariana Cristina Mendes Areias
Matéria: "Aplicação financeira é alternativa de presente", publicada em 15/11/2015 no Correio Braziliense.
• Revista: Danylo Dias Martins
Matéria: "Coloque seu dinheiro para trabalhar", publicada em 26/11/2015 na revista Você S/A.
• Mídia Digital: Priscila Yazbek Marques
Matéria: "4 investimentos simples e seguros que batem a poupança", publicada em 20/08/2015 no site Exame.com.

Leia a íntegra das matérias no Portal do Investidor.
http://www.portaldoinvestidor.gov.br/entrevistas/index.html?pager.offset=20

Saiba mais sobre o Prêmio Imprensa

José Alexandre Vasco, superintendente de Proteção e Orientação aos Investidores da CVM, afirma que o objetivo do Prêmio é colaborar com a educação financeira, estimulando a imprensa a veicular matérias e reportagens que, de modo didático, esclareçam as oportunidades e os riscos dos diversos investimentos disponíveis para pessoas físicas no mercado de capitais, auxiliando na formação de investidores mais conscientes.

O Comitê Consultivo de Educação é o organizador da iniciativa e é formado por membros da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), da Associação Brasileira das Companhias Abertas (ABRASCA), da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP),da Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (ANCORD), da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC NACIONAL), da BM&FBOVESPA, da Cetip S.A. – Mercados Organizados, do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) e do Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (IBRI).

Veja mais informações sobre o Comitê na página 
www.comitedeeducacao.cvm.gov.br.

domingo, 26 de junho de 2016

IBRI: O maior evento de Relações com Investidores e Mercado de Capitais da América Latina 
O evento promovido pelo IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) e ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas) acontecerá, nos dias 28 e 29 de junho de 2016, na FECOMERCIO, em São Paulo (SP).

O evento deverá reunir as principais referências em Relações com Investidores e mercado de capitais do Brasil e exterior.

Como palestrantes, haverá também, a participação de Gavin Grant e Hugo Sanders, gestores do maior fundo soberano do mundo: o Norges Bank Investment Management (da Noruega).

Deltan Dallagnol, Procurador da República no Ministério Público Federal e Coordenador da Força-Tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, fará palestra de encerramento do evento, sobre "Tempos de crises, corrupção e ética nos negócios".

Está prevista Coletiva de Imprensa sobre estudo IBRI e Deloitte

"Gestão de riscos e RI – Evolução contínua para criar e preservar valor nas Relações com Investidores".

Data: 28/06/2016 - Terça-Feira
Horário: 15:40 às 16:20
Local: Sala 2 – Espaço VIP – 2º andar - FECOMERCIO (Rua Doutor Plínio Barreto, 285 - Bela Vista - São Paulo - SP)

Ponto de encontro entre agentes do Mercado de Capitais, o evento propõe neste ano debater temas como a necessidade do profissional de RI se adaptar a demandas dos investidores, especialmente nas áreas de risco, compliance e jurídica. 

O Encontro Nacional é patrocinado pelas empresas: BM&FBOVESPA, Bloomberg, BNY Mellon, Bradesco, Chorus Call, Crowe Horwath, Deloitte, Diligent, Itaú Unibanco, MZ Boardvantage, RIWeb, RR Donnelley, Sabesp, Saint Paul Editora, Souza Cescon, SulAmérica, TheMediaGroup, Valor Econômico e Wittel.

Serviço: 18º Encontro Nacional de RI e Mercado de Capitais – IBRI e ABRASCA
Data: 28 e 29 de junho de 2016
Horário: Das 14:00 às 19:00 (28/06/2016) e das 09:00-17:30 ( 29/06/2016))
Local: FECOMERCIO (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista – São Paulo - SP)
Mais informações: 
www.encontroderi.com.br

Credenciamento de Imprensa – 
rodney@digitalassessoria.com.br

Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) 
www.ibri.com.br

Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Paula Craveiro / Natália Martins
Fones + 55 (11) 5081-6064 / + 55 (11) 9 9123-5962
rodney@digitalassessoria.com.br

Acompanhe a seguir a programação do evento:

Dia 28 de junho de 2016 – terça-feira

14:00 – 14:30 - Abertura

• Pablo Renteria, Diretor da CVM (Comissão de Valores Mobiliários)
• Antonio Castro, Presidente da ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas)
• Edmar Lopes, Presidente do Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)

14:30 – 15:30 - Painel 1 : A Gestão de Crise e de Risco com a interação de profissionais do Comitê de Auditoria e Mercado em geral com os profissionais de Relações com Investidores.

Moderador: Edmar Lopes, Presidente do Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)
Debatedores:
• Pablo Renteria, Diretor da CVM (Comissão de Valores Mobiliários)
• Walter Schalka, Diretor-Presidente da Suzano Papel e Celulose
• Laércio Cosentino, Diretor-Presidente da TOTVS

15:30 – 16:00 - Q&A

16:00 – 16:30 - Coffee Break

16:30 – 17:00 - Apresentação da Pesquisa Deloitte/IBRI

Gestão de riscos e a Interação com os Profissionais de RI
Palestrante: Bruce Mescher, Sócio da Deloitte

17:00 – 17:40 - Painel 2: Desdobramentos Institucionais e o Impacto na Atividade de RI

Moderador: Ricardo Garcia, Vice-Presidente do IBRI e Gerente de Relações com Investidores da Helbor
Debatedores:
• Joaquim Falcão, Jurista
• Carlos A. Primo Braga, Professor Associado da Fundação Dom Cabral e Professor Visitante da IMD Business School

17:40 – 18:00 - Q&A

18:00 – 18:40 - Palestra – Visão estratégica do profissional de Relações com Investidores em relação ao valor da empresa, atuação proativa do RI na interlocução com o mercado com visão de longo prazo.

Moderador: André Luiz Gonçalves, Vice-Presidente do Conselho de Administração do IBRI e Gerente Geral de Relações com Investidores da Fibria
Palestrante:
• Tim Koller, Corporate Finance Expert Partner da McKinsey & Company

18:40 – 19:00 - Q&A

19:00 - Encerramento dos trabalhos do dia

Dia 29 de junho de 2016 – quarta-feira

09:00 – 10:00 - PAINEL 3 - Empresas de capital fechado – necessidades de capital e expectativas.

Moderador: Joaquim de Oliveira, Sócio das áreas de Fusões e Aquisições, Bancário e Financiamentos, Private Equity e Mercado de Capitais do escritório Souza, Cescon, Barrieu & Flesch Advogados
Debatedores:
• Sidney Chameh, Diretor da DGF Investimentos
• Thomas Brull, membro do Conselho de Administração da Aegea Saneamento e Participações S.A.
• Thiago Pimenta, Headhunter da FLOW Executive Finders

10:00 – 10:30 - Q&A

10:30 – 11:00 - Coffee Break

11:00 – 12:00 - PAINEL 4: Comunicação Estratégica e o papel do profissional de RI
Moderador: Diego Barreto, Membro do Conselho de Administração do IBRI e Diretor Financeiro da Suzano de Papel e Celulose

Debatedores
Caio Túlio Costa, Jornalista e ex-ombudsman
Roger Oey, Especialista Sênior em Renda Variável da Bloomberg

12:00 – 12:30 - Q&A

12:30 – 13:45 – Almoço

13:45 – 14:30 - O Mercado de Capitais no Atual Ambiente

Moderador: Antonio Castro, Presidente da ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas)
Palestrantes:
Juan Jensen, Economista e Sócio da 4E Consultoria
Nuno da Silva, Diretor de DRs (Depositary Receipts) para América Latina do BNY Mellon

14:30 – 14:45 - Q&A

14:45 – 15:30 - Melhores Práticas de Comunicação na área de RI e os Fatores ESG (Environmental, Social and Governance)

Moderador: Carlos Lazar, Membro do Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) e Diretor de Relações com Investidores da Kroton Educacional 
Palestrantes:
Gavin Grant, Head of Active Ownership do Norges Bank Investment Management
Hugo Sanders, Head of Corporate Access do Norges Bank Investment Management

15:30 – 15:45 - Q&A

15:45 – 16:30 - Palestra de encerramento: Tempos de crises, corrupção e ética nos negócios

Moderador: Júlio Bueno, Sócio com atuação na área de Projetos de Infraestrutura, Direito da Construção e Contratos de Engenharia da Pinheiro Neto Advogados
Palestrante:
• Deltan Dallagnol, Procurador da República no Ministério Público Federal e Coordenador da Força-Tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba

16:30 – 17:00 - Q&A

17:00 – 17:30 - Sessão de Encerramento
• Antonio Castro, Presidente da ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas)
• Rodrigo Luz, Presidente da Diretoria Executiva do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)



quinta-feira, 23 de junho de 2016

Gestores do maior fundo soberano do mundo farão palestras no 18º Encontro Nacional de Relações com Investidores

O 18º Encontro Nacional de RI e Mercado de Capitais, evento promovido pelo IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) e ABRASCA (Associação Nacional das Companhias Abertas), acontece, nos dias 28 e 29 de junho de 2016, na FECOMERCIO, em São Paulo (SP). No dia 29/06/2016 (quarta-feira), das 14:45 às 15:30, haverá palestras sobre "Melhores Práticas de Comunicação na área de RI e os Fatores ESG (Environmental, Social and Governance)" com participação de Gavin Grant, Head of Active Ownership do Norges Bank Investment Management e Hugo Sanders, Head of Corporate Access do Norges Bank Investment Management. 

O Norges Bank Investment Management é um fundo de pensão global do governo da Noruega. O Norges é considerado o maior fundo soberano do mundo. Carlos Lazar, Membro do Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) e Diretor de Relações com Investidores da Kroton Educacional, será o moderador das palestras dos gestores do Norges. Ponto de encontro entre profissionais da área, o evento propõe neste ano debates de temas como a necessidade do profissional de RI se adaptar às demandas dos investidores, especialmente nas áreas de risco, compliance e jurídica. 

O 18º Encontro Nacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais é patrocinado pelas empresas: BM&FBOVESPA, Bloomberg, BNY Mellon, Bradesco, Chorus Call, Deloitte, Diligent, Itaú Unibanco, MZ Boardvantage, RIWeb, RR Donnelley, Sabesp, Saint Paul Editora, Souza Cescon, SulAmérica, TheMediaGroup, Valor Econômico e Wittel. 

Serviço: 18º Encontro Nacional de RI e Mercado de Capitais – IBRI e ABRASCA
Data: 28 e 29 de junho de 2016
Horário: Das 14:00 às 19:00 (28/06/2016) e das 09:00-17:30 ( 29/06/2016))
Local: FECOMERCIO (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista – São Paulo - SP)
Mais informações: 
www.encontroderi.com.br

Credenciamento de Imprensa – 
Rodney@digitalassessoria.com.br

Assessoria de Comunicação do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) 

Digital Assessoria-Comunicação Integrada
Rodney Vergili / Jennifer Almeida / Natália Martins
Fones; + 55  (11) 5081-6064 / + 55 (11) 9 9123-5962
rodney@digitalassessoria.com.br


Acompanhe a seguir a programação do evento:

Dia 28 de junho de 2016 – terça-feira
14:00 – 14:30 - Abertura
• Pablo Renteria, Diretor da CVM (Comissão de Valores Mobiliários)
• Antonio Castro, Presidente da ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas)
• Edmar Lopes, Presidente do Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)

14:30 – 15:30 - Painel 1 : A Gestão de Crise e de Risco com a interação de profissionais do Comitê de Auditoria e Mercado em geral com os profissionais de Relações com Investidores.
Moderador: Edmar Lopes, Presidente do Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)

Debatedores:
• Pablo Renteria, Diretor da CVM (Comissão de Valores Mobiliários)
• Walter Schalka, Diretor-Presidente da Suzano Papel e Celulose
• Laércio Cosentino, Diretor-Presidente da TOTVS
 15:30 – 16:00 - Q&A

16:00 – 16:30 - Coffee Break

16:30 – 17:00 - Apresentação da Pesquisa Deloitte/IBRI
Gestão de riscos e a Interação com os Profissionais de RI
Palestrante: Bruce Mescher, Sócio da Deloitte

17:00 – 17:40 - Painel 2: Desdobramentos Institucionais e o Impacto na Atividade de RI
Moderador: Ricardo Garcia, Vice-Presidente do IBRI e Gerente de Relações com Investidores da Helbor
Debatedores:
• Joaquim Falcão, Jurista
• Carlos A. Primo Braga, Professor Associado da Fundação Dom Cabral e Professor Visitante da IMD Business School
17:40 – 18:00 - Q&A
18:00 – 18:40 - Palestra – Visão estratégica do profissional de Relações com Investidores em relação ao valor da empresa, atuação proativa do RI na interlocução com o mercado com visão de longo prazo.
Moderador: André Luiz Gonçalves, Vice-Presidente do Conselho de Administração do IBRI e Gerente Geral de Relações com Investidores da Fibria
Palestrante:
• Tim Koller, Corporate Finance Expert Partner da McKinsey & Company
18:40 – 19:00 - Q&A
19:00 - Encerramento dos trabalhos do dia


Dia 29 de junho de 2016 – quarta-feira
09:00 – 10:00 - PAINEL 3 - Empresas de capital fechado – necessidades de capital e expectativas.
Moderador: Joaquim de Oliveira, Sócio das áreas de Fusões e Aquisições, Bancário e Financiamentos, Private Equity e Mercado de Capitais do escritório Souza, Cescon, Barrieu & Flesch Advogados
Debatedores:
• Sidney Chameh, Diretor da DGF Investimentos
• Thomas Brull, membro do Conselho de Administração da Aegea Saneamento e Participações S.A.
• Thiago Pimenta, Headhunter da FLOW Executive Finders

10:00 – 10:30 - Q&A

10:30 – 11:00 - Coffee Break

11:00 – 12:00 - PAINEL 4: Comunicação Estratégica e o papel do profissional de RI
Moderador: Diego Barreto, Membro do Conselho de Administração do IBRI e Diretor Financeiro da Suzano de Papel e Celulose
Debatedores
Caio Túlio Costa, Jornalista e ex-ombudsman
Roger Oey, Especialista Sênior em Renda Variável da Bloomberg

12:00 – 12:30 - Q&A

12:30 – 13:45 – Almoço

13:45 – 14:30 -  O Mercado de Capitais no Atual Ambiente

Moderador: Antonio Castro, Presidente da ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas)
Palestrantes:
Juan Jensen, Economista e Sócio da 4E Consultoria
Nuno da Silva, Diretor de DRs (Depositary Receipts)  para América Latina do BNY Mellon

14:30 – 14:45 - Q&A

14:45 – 15:30  - Melhores Práticas de Comunicação na área de RI e os Fatores ESG (Environmental, Social and Governance)
Moderador: Carlos Lazar, Membro do Conselho de Administração do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) e Diretor de Relações com Investidores da Kroton Educacional 
Palestrantes:
Gavin Grant, Head of Active Ownership do Norges Bank Investment Management
Hugo Sanders, Head of Corporate Access do Norges Bank Investment Management

15:30 – 15:45 - Q&A

15:45 – 16:30 - Palestra de encerramento: Tempos de crises, corrupção e ética nos negócios
Moderador: Júlio Bueno, Sócio com atuação na área de Projetos de Infraestrutura, Direito da Construção e Contratos de Engenharia da Pinheiro Neto Advogados
Palestrante:
• Deltan Dallagnol, Procurador da República no Ministério Público Federal e Coordenador da Força-Tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba


16:30 – 17:00 - Q&A
17:00 – 17:30 - Sessão de Encerramento
• Antonio Castro, Presidente da ABRASCA (Associação Brasileira das Companhias Abertas)
• Rodrigo Luz, Presidente da Diretoria Executiva do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores)